NOTA DO SINJOR-PA

O Sindicato dos Jornalistas no Estado do Pará se solidariza com o radialista  Wanderley Mota, que, na última quarta-feira (07), sofreu ameaça de morte em razão do exercício da profissão, no município de Curionópolis, na região Sudeste do Pará.

O Sinjor-PA repudia toda e qualquer ameaça à liberdade de imprensa e ao exercício das profissões da comunicação e, principalmente, repugna toda e qualquer forma de ameaça à vida.

Com o mesmo ímpeto, o Sinjor-PA defende a ética na profissão e o uso responsável dos veículos de comunicação para o fim exclusivo de possibilitar o acesso à informação garantido em lei.

Eventuais discordâncias sobre o conteúdo divulgado, inclusive para obtenção de direito de resposta, devem ser tratados na via judicial, nos termos da legislação vigente.

Por fim, o Sinjor-PA orienta os profissionais que sofrerem violência no exercício profissional que, imediatamente, registrem um boletim de ocorrência para que possam ser cobradas providências das autoridades policiais e os responsáveis possam ser identificados e punidos.

SINDICATO DOS JORNALISTAS NO ESTADO DO PARÁ – SINJOR-PA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *