CONTATO

Telefones: (91) 3349-8552 ou 98814-3050 (Paulo)


Endereço: Rua Diogo Móia, 986 – Umarizal / 66055-170 / Belém-PA


E-mail: sinjorpa@gmail.com

27 comentários sobre “CONTATO

  1. Chamo-me Giulia Queiroz. Estou acadêmica fazendo especialização em Gestão e preciso
    muito marcar um horário com o Sindicato. Busquei end. e tel ( não consegui a ligação) na web. Estive no endereço Diogo Moia, 986 e fui informada que o sindicato não mais está nesse endereço.
    Por gentileza, gostaria de marcar um horário.
    Meu Cel 9 88984709. Podem me ligar.
    Grata pela atenção.
    Boa tarde!

    1. Caro Antonio,

      Ainda não temos um piso estadual aprovado em lei. Sugerimos, assim, o piso das Organizações Rômulo Maiorana (ORM), que hoje está em R$ 2.178,00 na capital.

  2. Bom dia. Me chamo Denis Aragão e atua como jornalista na região sul e sudeste do Pará. Gostaria de saber de vocês sobre uma solicitação de Registro que fiz em 2013. Minha carteira de trabalho ainda está em posse de vocês? Meu contato é (94) 99183-9843 vocês podem me contatar também pelo email denisaragao@hotmail.com. Aguardo contato para podermos resolver esse problema. Obrigado.

  3. Olá, sou jornalista e trabalho há 18 anos em uma empresa privada de assessoria de imprensa. Meu salário está muito desatualizado se comparado ao piso estipulado aos jornalistas das ORM. Qual deve ser o procedimento neste caso?

    1. Infelizmente ainda não temos um piso estadual que contemple toda a categoria dos jornalistas. Mas, em agosto, o Sinjor-PA vai realizar uma assembleia geral com os jornalistas que atuam em assessoria de imprensa para traçar estratégias de luta nessa área.

      1. Fico muito feliz em saber disso. Vejo que, nós, que trabalhamos em assessoria de imprensa, ainda somos deixados de lado pelo sindicato, apesar de estarmos no mercado de trabalho a um bom tempo!

    1. Como ainda não temos um piso estadual, o Sinjor-PA sugere o piso pago pelas ORM, atualmente no valor de R$ 2.178,00, mas que com o noivo acordo que está sendo assinado passará para R$ 3.142,20.

  4. Meu nome é Reinaldo Araujo preciso que vocês me respondam o que é preciso para se sindicalizar.
    Aqui em Tailândia, nordeste do Pará existem 2 canais re-transmissores da Band e da Record, uma Rádio Comunitária, Agência de Comunicação Digital, Assessorias de Imprensa, Mídias Autônomas e Alternativas e diversos blogueiros, com cerca de 30 profissionais, entre repórteres, cinegrafistas, fotógrafos, jornalistas, técnicos em atuação, e o Sindicato está muito longe dessas categorias, onde acabam ficando expostos ao assédio jurídico de agentes da Justiça, a exemplo do que aconteceu nas eleições, do próprio poder pública e empresários que tentam abafar denuncias contras as práticas irregulares diversas.
    Quero informações. Particulamente quero me sindicalizar,
    Reinaldo Araujo
    Fone-Sapp: 91-99356-3790
    Email: silva23araujo@gmail.com

    1. Por favor, entre em contato com o nosso secretário Paulo (91) 3349-8552. Precisamos saber se tem diploma e qual função você exerce. Se não tiver diploma e for jornalista de texto, você pode tirar o registro de provisionado já que não há curso em Tailândia. O Paulo pode te explicar melhor. Mas no item Serviços do nosso site você encontra as orientações para cada tipo de registro. Tem que ter registro para se sindicalizar.

  5. Olá, estive viajando a trabalho há quatro meses e gostaria de saber se o sindicato realizou algo em relação aos jornalistas das assessorias de imprensa.

    1. Infelizmente, não conseguimos avançar com a negociação que iniciamos com o Sindicato das Agências de Propaganda e Comunicação, mas estamos tentando novamente conseguir uma convenção coletiva com um sindicato nacional.

  6. Preciso cotar valores de piso salarial para contratação de Jornalista (experiência de 02 anos na profissão) e Comunicador (experiência de 02 anos na profissão) para atuarem na execução de programa de comunicação social de obra pública nos município de Bragança e Viseu/Pa. Preciso de valores de acordo coletivo homologado válido.

  7. Olá NOVAMENTE, estive viajando a trabalho há quatro meses e gostaria de saber se o sindicato realizou algo em relação aos jornalistas das assessorias de imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *